Profissionais de saúde

Nesta sessão serão incluídos profissionais de saúde sabidamente antiproibicionsistas e que não tenham preconceito em relação ao consumo de substâncias psicoativas. A ideia é agregar, em especial, profissionais de saúde que já tenham lidado com crises psicodélicas e que, portanto, possam produzir mais segurança nos usuários para o manejo destas experiências. Incluiremos o contato por e-mail deste profissionais, de forma a facilitar o contato.

Informamos, além disso, que não se trata de uma lista de profissionais que realiza terapia ou psicoterapia com psicodélicos, na medida em que tal procedimento não tem previsão legal. Embora a Associação Psicodélica do Brasil defenda a regulação dos usos psicoterapêuticos de psicodélicos, não se trata aqui deste recorte, mas de ajudar os usuários que tiveram transtornos ou sofrimento em decorrência do consumo de psicodélicos e busque ajuda de profissionais.

 

Psicólogos(as):

(Em breve)

Médicos(as):

(Em breve)

Terapeutas:

(Em breve)

Anúncios